Os alunos mudaram, a educação mudou e as escolas pedem que as soluções acompanhem essa mudança. Por isso, um novo jeito de oferecer tecnologias educacionais foi criado.

Que a escola não pode continuar seguindo o mesmo modelo de ensino de quando nós, adultos — e aqui cabe citar até mesmo os millennials — ocupávamos as salas de aula, já é um consenso, bem antes da pandemia. Porém com o isolamento social e tantas outras adaptações do último ano em consequência da Covid-19, a necessidade das instituições de ensino inovarem tornou-se ainda mais urgente. Um cenário desafiador e ao mesmo tempo propício para a criação de novas soluções educacionais.  

LEIA TAMBÉM: De geração para geração: o que muda no processo de ensino-aprendizagem?

“Eu acredito em um mundo em que as soluções permitam cada vez mais autonomia para os alunos, para eles seguirem suas trilhas de aprendizagem, entender quais são seus interesses e desenvolvê-los”, conta Gabriel Fachini, gerente de projetos  e responsável pela criação das Suítes Pedagógicas, nova solução do Educacional que promete revolucionar o ensino.

Isso porque o novo modelo de educação que as Suítes Pedagógicas carregam vem de encontro com as necessidades dessa nova geração de estudantes, que precisam de uma aprendizagem dinâmica, que faça sentido e que seja aplicável no seu cotidiano, o que contribui para despertar o interesse em estudar, algo que diminuiu drasticamente no último ano e especialistas atribuem ao afastamento escolar.  
Para Fachini esses desafios podem ser superados com uma aprendizagem que coloca o aluno como protagonista de sua educação.


“Uma das tendências educacionais é justamente essa, permitir ao aluno autonomia para desenvolver suas habilidades, com, é claro, a possibilidade do professor acompanhar, para que ele e a escola possam entender como o aluno tem se desenvolvido, como tem usado as soluções que a instituição adotou e fazer intervenções quando necessário”, diz.  
Além do desinteresse com os estudos, ou talvez por conta disso, as escolas tem notado uma grande perda na aprendizagem de Língua Portuguesa e Matemática, áreas que são consideradas as bases para todas as demais. De olho nesses novos desafios, o Educacional foi a campo e realizou uma pesquisa com gestores de todas as regiões do Brasil, a fim de descobrir quais os problemas enfrentados por eles e quais as dificuldades em solucioná-los, afinal, soluções no mercado educacional é o que não faltam, ainda mais com grande o crescimento de EdTechs nos últimos meses. Porém, um dos grandes desafios é justamente escolher a tecnologia certa para a escola, tendo em mente que muitas vezes é necessário mais de uma para ofertar um ensino de qualidade aos alunos.  

LEIA TAMBÉM: Como escolher a melhor tecnologia educacional para a sua escola?

“Nós criamos um conceito em que queremos resolver os problemas da escola, em todas as esferas, dentro de um determinado nicho. Então criamos uma Suíte de Língua Portuguesa que trabalha todos os eixos da língua, com soluções que para leitura, outras para escrita e outras para a reflexão da língua. Sendo assim, as Edtechs que fazem parte desse programa podem se encaixar nesses eixos para que construirmos uma solução genuinamente completa para aquela instituição de ensino, para fazer com que aquela solução seja o suficiente para tornar aqueles alunos fluentes em língua portuguesa, por exemplo”, explica Fachini.

O gerente de projetos explica que um dos grandes diferenciais das Suítes Pedagógicas é a sua personalização, antes de desenhar um plano de ação para a escola é feito um diagnóstico para identificar os problemas que a instituição tem e a partir disso iniciar uma curadoria de soluções que possam resolvê-los. Isso faz com que as Suítes Pedagógicas sejam muito mais do que um pacote com várias tecnologias, mas um conjunto de soluções unificadas de forma inteligente e pensadas para a escola.
Além disso, as Suítes Pedagógicas oferecem flexibilidade para os gestores, isso significa que a troca de soluções ocorre de maneira muito mais prática e dinâmica, pensando sempre nas necessidades dos alunos. Esse é um reflexo de um dos problemas apontados na pesquisa feita com gestores: contratos longos e rígidos, que mantém a escola mesmo quando a solução não se encaixa a realidade dela.  
E as inovações não param por aí, Fachini adianta que as Suítes Pedagógicas irão trazer muitas transformações para o mercado educacional. “Em breve iremos lançar a suítes de Matemática, que tem o mesmo conceito que a de Língua Portuguesa. Buscamos parceiros que se complementem e que sejam integrados tecnicamente e pedagogicamente para entregar uma experiencia única para os alunos. E em 2022 também iremos lançar uma suíte de STEAM, o que com certeza será um diferencial e tanto para as escolas”, conta.  
Saiba mais sobre as Suítes Pedagógicas e todas as possibilidades que ela oferece para a sua instituição de ensino aqui use a tecnologia com inteligência e estratégia para superar os desafios da sua escola